18.9 C
São Gonçalo
sábado, maio 28, 2022

Especialistas de Niterói e São Gonçalo falam dos riscos da hipertensão

Leia Mais

O Dia Mundial da Hipertensão, celebrado no próximo dia 17, serve para alertar a população dos riscos dessa doença desde que foi instituída pela Lei nº 10.439/2002.

É preciso ficar atento para as causas, prevenções e tratamentos da chamada pressão alta. Especialistas de Niterói e São Gonçalo explicam a doença e chamam atenção para causas e consequências.

De acordo com a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde, a hipertensão é caracterizada pela elevação sustentada dos níveis de pressão arterial, acima de 140×90 mmHg (milímetro de mercúrio), popularmente conhecida como 14/9 – o primeiro número se refere à pressão máxima ou sistólica, que corresponde à contração do coração; o segundo, à pressão do movimento de diástole, quando o coração relaxa.

A médica generalista Dra. Ana Sodré, de 51 anos, e que atende em Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, explicou que a hipertensão está relacionada a uma das primeiras causas de óbitos em países desenvolvidos e suas consequências como infarto e AVC. “A hipertensão tem um fator genético importante, e tem fator ambiental relacionado com maus hábitos como alimentação com ingesta calórica grande, obesidade, diabetes e sedentarismo. Causa doenças cardíacas importantes. Prevenindo os fatores de risco diminui a mortalidade pela hipertensão. Além das complicações que podem gerar, são pacientes com risco exacerbado para complicações cerebrovasculares, renais e trombose”, alertou.

E os cuidados com a doença devem ser de forma ampla já que a hipertensão pode acontecer até mesmo por crises de ansiedade e medo exagerado. Por ser uma doença macro, a atenção deve ser redobrada até mesmo com o que parece comum, como por exemplo, procedimentos odontológicos. Uma simples ida ao dentista pode gerar problemas graves e por isso é necessário um laudo médico para os pacientes hipertensos. “Temos que ter um alerta sobre a condição de saúde desses pacientes. Além disso, o uso de anestésico com vasoconstritor, que geralmente é usado na odontologia, pode alterar a pressão o que pode gerar uma crise hipertensiva. Por isso é muito importante o risco cirúrgico para tratamentos como extração e implante, por exemplo. Sempre temos que estar atentos para as consequências que podem causar. É importante também o controle do medo e da ansiedade que podem alterar a pressão”, detalhou a cirurgiã dentista Lauane Alves, que atende na Oral Unic de São Gonçalo.

Ainda segundo a doutora Ana, há uma explicação para a doença, no entanto, prevenção é o melhor a ser feito: “A hipertensão tem um fator genético e um ambiental relacionados com maus hábitos como alimentação com ingesta calórica grande, obesidade, diabetes e sedentarismo. Causa doenças cardíacas importantes. Prevenindo os fatores de risco diminui a mortalidade pela hipertensão”, finalizou.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias