18.7 C
São Gonçalo
sábado, maio 15, 2021

Em jogo emocionante, Flamengo vence Palmeiras e se torna bicampeão da Supercopa

Nos 90 minutos, o confronto terminou 2 a 2 e foi decidido após 18 cobranças de pênaltis

Leia Mais

Unidos Pela Ponte completa 20 anos e sobrevive ao tempo

Nesta sexta-feira (14), o Unidos Pela Ponte completa mais um ano de existência e chega à duas décadas desde o dia em que Mindinho...

São Gonçalo anuncia CoronaVac para três dias na segunda dose

Com poucas vacinas recebidas da chinesa CoronaVac, a prefeitura de São Gonçalo anunciou um calendário de apenas três dias para a vacinação da segunda...

Polícia captura acusados de roubos e sequestros em São Gonçalo e Itaboraí

Policiais da 71ª DP (Itaboraí) prenderam na quinta-feira (13) dois homens acusados de roubos em residências e sequestro. Os crimes aconteciam nos municípios de...

Câmeras facilitam prisão de ladrões de cargas em Niterói; assista ao vídeo do flagrante

Agentes do Programa Niterói Presente prenderam em São Francisco, na manhã desta sexta-feira (14), três homens acusados de tentar roubar uma carga de cigarros...

Golaços, virada, expulsão e muita polêmica. Esses foram os ingredientes na decisão da Supercopa neste domingo (11), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, onde o Flamengo venceu o Palmeiras nos pênaltis por 6 a 5 numa partida histórica entre as equipes e sagrou-se bicampeão da competição.

Logo nos primeiros lances, o jogo já deixava claro que seria de muita emoção. E quem se deu melhor no início foi o Palmeiras quando Felipe Melo tocou de cabeça para Raphael Veiga, que deu um giro lindo em cima de Willian Arão e bateu com categoria, de três dedos, para abrir o placar. Um golaço.

O gol deu uma desequilibrada na equipe Rubro-Negra, que demorou um pouco para se encontrar em campo. O primeiro bom momento foi aos 20. Bruno Henrique ajeitou de calcanhar, Isla cruzou na medida para Arrascaeta, que bateu por cima.

No lance seguinte, o empate veio. Filipe Luís fez jogada individual e chutou na trave. No rebote, Gabigol, livre de marcação, mandou para o fundo das redes.

Aos 28, o Palmeiras quase assumiu à frente. Wesley deu grande passe para Breno Lopes, que driblou Diego Alves e bateu cruzado. A bola só não entrou graças à Diego, que salvou em cima da linha.

O Alviverde foi ficando nervoso e, aos 37, o técnico Abel Ferreira, reclamando muito com a arbitragem, foi expulso. E as críticas ao juiz ficaram ainda mais evidentes aos 40. Wesley foi derrubado por Isla e Leandro Vuaden marcou pênalti. Pouco depois, após a checagem do VAR, a infração foi marcada fora da área, para irritação dos palmeirenses.

O jogo estava emocionante. Aos 44, o Flamengo quase marcou, com Bruno Henrique, mas Weverton conseguiu grande defesa. E a virada veio nos acréscimos. Arrascaeta, com muito espaço, fez jogada individual e bateu firme, sem chances para o goleiro.

O segundo tempo começou, e o alto nível continuou, principalmente pelos lados do Palmeiras. Logo no primeiro minuto, Wesley chutou e a bola passou perto do gol. Aos 13, Danilo, que substituiu Felipe Melo no intervalo, limpou a marcação e bateu. Diego Alves fez grande defesa.

No lance seguinte, Gustavo Gómez cabeceou firme e o goleiro do Flamengo mais uma vez evitou o empate. E quando não deu para Diego Alves, a sorte ajudou os cariocas. Aos 18, Gabriel Veron cabeceou livre e a bola passou muito perto da trave.

O Flamengo só voltou a ameaçar aos 24, em grande chance de Gabigol após tabela com Everton Ribeiro. A bola foi para fora.

De tanto insistir, o empate do Palmeiras veio aos 28. Rony foi derrubado dentro da área por Rodrigo Caio. Raphael Veiga bateu forte e deixou tudo igual.

O Alviverde continuou em cima, mas quem quase marcou foi o Fla. Após rebate dentro da área, Vitinho bateu firme. A bola explodiu na trave e voltou nos braços de Weverton, que impediu o gol.

O goleiro voltou a salvar o Palmeiras nos acréscimos. Gabigol bateu cruzado, o camisa 21 defendeu duas vezes, uma delas em cima da linha, e manteve o jogo empatado. Antes do apito final, uma briga dentro do túnel de acesso ao vestiário, tirou um pouco do brilho da partida, mas não impediu a decisão por pênaltis, desfecho perfeito para um duelo arrepiante do início ao fim.

E na decisão por pênaltis, quem brilhou foi o camisa 1 Diego Alves, que defendeu as cobranças de Luan, Danilo e Mayke. Gabriel Menino bateu para fora. Pelo Palmeiras, Weverton também foi bem, defendendo os chutes de Mateuzinho e Pepê. A cobrança de Filipe Luís foi no travessão.

Com o resultado, o Flamengo se tornou bicampeão da Supercopa do Brasil.

Na quarta-feira (14), o Flamengo volta a campo no clássico com o Vasco, pelo Campeonato Carioca, e o Palmeiras tem a chance de levantar mais uma taça, já que decide a Recopa Sul-Americana, contra o Defensa y Justicia. No confronto de ida, o Alviverde venceu por 2 a 1, na Argentina.

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Polícia fecha casa de prostituição com duas menores e 15 mulheres em Niterói

Agentes da 76ª DP (Niterói) fecharam uma casa de prostituição na Rua Barão do Amazonas, no Centro de Niterói, onde foram encontradas duas adolescentes,...

Com dois do Flamengo, Tite convoca Seleção (Veja lista)

Depois de quase sete meses, a Seleção Brasileira voltou a ser convocada para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Nesta sexta-feira (14),...

Jovem é executado no Jóquei, em São Gonçalo

Na manhã desta sexta-feira (14), um jovem negro de 20 anos, foi executado a tiros no Jóquei, em São Gonçalo. A Polícia Militar informou que...

Medidas restritivas são prorrogadas em São Gonçalo 

A Prefeitura de São Gonçalo prorrogou as medidas restritivas de proteção à vida no combate à Covid-19 até o dia 23 de maio, de...

Dupla é presa com drogas e granada no Barreto, em Niterói

Na tarde desta quinta-feira (13), dois homens foram presos na Comunidade da Otto, no Barreto, em Niterói. De acordo com a Polícia Militar, uma equipe...