24.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

Cultura prepara programação especial para o Dia Mundial do Rock

A Secretaria de Cultura de Maricá preparou uma programação especial para celebrar o Dia Mundial do Rock, comemorado em 13 de julho. Os eventos iniciam na 5ª feira e vão até domingo (16/07). Haverá a exibição de filmes brasileiros, mostra de videoclipe e shows de bandas de rock de Maricá. Está programada ainda uma sessão de bate-papo com diretores e artistas locais. Todo o evento ocorrerá no Cine Henfil, no Centro, a partir desta quinta-feira (13/07), às 18h.

No dia da abertura do evento haverá uma mostra especial de videoclipe de bandas de rock de Maricá, show do Lalinha, além de apresentações das bandas Vizinhos de Marte, Cogumelos Band e Cult.

Já sexta-feira (14/07) e domingo (16/07), o espaço recebe sessões de filmes às 15h, 17h e 19h, além de bate-papo com Wladimir Palmeira, do Pacto Social, e Guto Neto, sobre suas histórias com o músico Marcelo Yuka. Entre os filmes que serão exibidos se destacam: “Marcelo Yuka no caminho das setas”, “Somos tão jovens”, “Blitz”, O quarto Paralamas” e “Som, sol e surf”. Terá também programação infantil com os filmes “O menino maluquinho” e “Poropopó”. Os ingressos são gratuitos e distribuídos na bilheteria antes do início dos filmes.

Sobre o cinema

Administrado pelo Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip), o Cinema Público Municipal Henfil tem capacidade para 200 pessoas, sendo 190 com assentos comuns, quatro para pessoas obesas, quatro para cadeirantes e outras duas para pessoas com mobilidade reduzida, além de moderno equipamento cinematográfico com tela e projetor de áudio e vídeo. O Cine Henfil funciona de terça a quinta-feira, com sessões voltadas para o projeto Cine Escola, com programação temática trabalhada em parceria com a Secretaria Municipal de Educação.

Programação

Sexta-feira (14/07):

19h – Somos tão jovens

Sábado (15/07):

15h – Menino maluquinho

17h – Marcelo Yuka no caminho das setas

19h – Blitz

Domingo (16/07):

15h – Poropopó

17h – O quarto paralamas

19h – Som, sol e surf

Sinopses:

Marcelo Yuka no caminho das setas – Este documentário segue a trajetória do artista Marcelo Yuka, bateirista da banda O Rappa, cuja vida se transformou ao levar nove tiros em um assalto no Rio de Janeiro. Desde o acidente, ele se movimenta com uma cadeira de rodas e luta para reencontrar o equilíbrio físico e espiritural, ao mesmo tempo em que busca novas formas de continuar com a carreira de músico. Classificação: 12 anos.

 

Menino maluquinho – Em Menino Maluquinho – O Filme, Maluquinho (Samuel Costa), um menino travesso de classe média, adora brincar e pregar peças nos amigos, sofrendo bastante quando seus pais se separam. Mas aí aparece o Vovô Passarinho (Luiz Carlos Arutin), que o leva para umas férias na fazenda, onde vive agitadas aventuras e aprende lições valiosas sobre a estrada da vida. Classificação: Livre.

 

Somos tão jovens – Em 1973, o jovem Renato se muda com a família para a Brasília. Aos poucos, passa a se interessar por música e começa a se envolver com o cenário musical, formando com amigos a banda Aborto Elétrico. Em 1982, apesar da rejeição a suas novas canções, consegue despertar a atenção em outros círculos e retoma seu sonho de criar uma grande banda, convidando Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos para formar a Legião Urbana, iniciando a trajetória que a tornaria umas das maiores bandas do rock brasileiro. Classificação: 14 anos.

 

Blitz – A história da carreira da banda Blitz, desde seu surgimento nos bairros de Ipanema e Copacabana, no Rio de Janeiro, até a conquista de sucesso e a realização de turnês ao redor do mundo. Revisitando momentos já conhecidos da trajetória da banda, o documentário retrata o rico cenário musical do Brasil durante a década de 1980. Classificação: 14 anos.

 

Poropopó – Em Porópopo, seguimos Julieta, que vive com sua família muito peculiar, e totalmente diferente das outras. Assim como sua família, ela é uma palhaça, trazendo alegria para todos durante seus shows, que passam de cidade em cidade. Porém sua vida muda totalmente e toma um rumo inesperado quando seus pais decidem sair dessa vida e se instalar em uma cidade próxima. Ainda vestidos com trajes típicos, a família enfrenta, sempre felizes e humorados, uma série de dificuldades durante a adaptação a essa nova vida. Enquanto seus pais tentam se adaptar nessa vida cosmopolita fora das tendas, Julieta faz novas amizades e ajuda a montar um show circense no bairro, trazendo a tradição do circo para a cidade e derretendo alguns corações frios.

 

O quarto paralamas – Dirigido por Roberto Berliner, que acompanha a banda desde o início no Circo Voador, em 1983, este filme sobre música e amizade fala da relação dos três que sobem ao palco (Herbert, Bi e João), mas também de um quarto elemento, que aparece pouco na mídia, mas tem papel fundamental: José Fortes, o empresário. Em um papo na sala da casa de Bi Ribeiro, os quatro lembram a carreira, falam sobre sua amizade inabalável e tocam músicas que fazem parte dessa trajetória de quase 40 anos. Classificação: 12 anos.

 

Som, sol e surf – Em 1976, Nelson Motta organizou um festival de música em Saquarema com a presença de alguns dos maiores nomes do rock brasileiro. A ideia era gravar também um disco e um filme, mas o dinheiro acabou e o material filmado desapareceu. Baseado no material original captado em 16mm, o diretor Hélio Pitanga resgata esses dias de rock, surfe e loucura. Classificação: 14 anos.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress