20.9 C
São Gonçalo
quinta-feira, julho 18, 2024

Criada a 1ª comissão disciplinar formada só por mulheres para o futebol feminino

Divulgação

Formada por 10 advogadas de diferentes partes do país, a nova comissão disciplinar é a sexta do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mas a primeira formada exclusivamente por mulheres e para julgar apenas os casos do futebol feminino.

 

Antes de a Comissão Feminina ser criada, o STJD tinha apenas quatro mulheres distribuídas entre comissões disciplinares e procuradoria, e apenas uma no Pleno do STJD, instância superior do Tribunal. Agora, o número triplicou. Nos mesmos setores, são 58 homens.

 

Mais de 100 advogadas de todo o país enviaram currículos, em um processo seletivo que fugiu aos padrões do STJD. Normalmente, novos integrantes são escolhidos a partir da indicação de integrantes do próprio Tribunal.

 

Na estreia da nova comissão, que aconteceu nessa sexta-feira, 4, foram julgados sete casos do Campeonato Brasileiro Feminino envolvendo São Paulo, Flamengo, Kindermann, Inter e seu diretor Cesar Schunemann; Antônio Gonçalves, preparador físico do Santos; e Eduardo Duci, massagista da Ferroviária. As 10 advogadas permanecem no cargo até julho de 2020, e ainda não há data definida para a próxima sessão delas.

 

(Globo Esporte)

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress