23.9 C
São Gonçalo
sábado, maio 25, 2024

Corredor das Artes, na Prefeitura de Niterói, recebe a exposição “Minha Vida em Cores”, do artista plástico Bruno Camargo

Luciana Carneiro / Prefeitura de Niterói

A série de mostras do Corredor das Artes, na Prefeitura de Niterói, inaugurou, nesta segunda-feira (03), a exposição “Minha Vida em Cores”, do artista plástico Bruno Camargo. Esta é a sétima exposição a ocupar o local. A mostra apresenta 20 pinturas que retratam formas e movimentos em cores diversas, quentes e frias.

O prefeito de Niterói, Axel Grael, destacou a importância que as exposições do Corredor das Artes têm ganhado nas instalações da Prefeitura.

“Quando a exposição anterior do fotógrafo Claudio Fernandes foi retirada daqui para a montagem dessa nova exposição, pude perceber a diferença que tem um projeto como esse para o local. Sem a arte, fica um local árido. Com arte e, sobretudo, cores, ganha mais vida. Hoje eu soube que vários artistas de Niterói estão procurando expor neste espaço, o que mostra que o local está cumprindo um outro papel importante, que é dar oportunidade para os artistas da cidade mostrarem sua arte”, ressaltou o prefeito.

O Corredor das Artes foi desenvolvido em 2021 pela equipe do Cerimonial da Prefeitura especialmente para ser apreciado por quem visita a sala de espera do gabinete do prefeito Axel Grael e dos secretários. A ideia inicial era que todas as mostras que passassem pelo Corredor das Artes seguissem posteriormente para equipamentos da Prefeitura e, desta forma, pudessem ser vistas pela população niteroiense. A exposição do fotógrafo Claudio Fernandes, que tem como temática um passeio pelo Parque Orla Piratininga (POP) e ocupava o Corredor das Artes, estreia nesta terça-feira (04), na Sala Carlos Couto, no Centro.

De acordo com Haroldo Enéas, chefe do Cerimonial da cidade de Niterói, a arte de Bruno agrega beleza e contemplação para o espaço.

“Bruno Camargo é conhecido por sua sensibilidade em captar momentos e expressões através de suas telas. Suas pinceladas registram uma abordagem poética e singular. Através das cores, luzes e sombras, suas telas transmitem emoção e convidam o espectador a mergulhar nas histórias que cada imagem conta. Através dessa exposição, teremos a oportunidade de apreciar o talento de Bruno Camargo como pintor e de refletir sobre os diferentes núcleos e nuances que compõem suas experiências e sua visão de mundo. A mostra pode ser uma viagem visual inspiradora que nos convida a explorar e sentir emoções através das pinceladas desse artista talentoso”, afirmou Haroldo Enéas.

Bruno Camargo se estabeleceu em Niterói depois de anos morando fora do país. O artista conta que sua pintura é influenciada pelo pontilhismo e o expressionismo.

“Depois de uma ausência de quase 60 anos do Brasil, regressei ao país e escolhi Icaraí como meu novo endereço global. Nasci em Mogi das Cruzes, no estado de São Paulo, amava pintar desde a infância. Todas as minhas concepções artísticas eram então influenciadas pelo que via em museus e livros. Com o passar do tempo, fui especialmente influenciado pela técnica do pontilhismo de Georges Seurat, composições de Gustav Klimt, e também pelos círculos de Wassily Kandinsky. Adotei uma variedade de estilos durante a carreira artística e continuo expressando minha visão do mundo com pinturas coloridas e intensas, uma clara demonstração do meu lado emocional. Cada cor é um pedacinho da minha essência, uma mistura única que traz vivacidade e presença. Assim, sigo pintando minha vida com alegria e emoção, deixando meu mundo mais belo e cheio de gratidão”, conclui o artista.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress