22.3 C
São Gonçalo
sábado, abril 20, 2024

Conheça 11 influenciadores digitais de sucesso em Niterói e São Gonçalo

Leia Mais

O mundo gira em torno das redes sociais, já que elas nunca estiveram tão em alta. Com a popularização de ferramentas como o Facebook, Instagram, Kwai, You Tube e Tik Tok, compartilhar o dia a dia de pessoas comuns nunca pareceu tão normal e simples. Foi desse hábito em mostrar a rotina que os digital influencers tomaram conta da linha do tempo da plataforma digital, que o LADO DE CÁ apresenta 11 influenciadores digitais de Niterói e São Gonçalo.

Com o slogan “Vou até tirar meus óculos”, Mariana Rodrigues, de 30 anos, além de influenciadora, é blogueira, atriz e comediante. Ex-moradora do Gradim, em São Gonçalo, e atualmente respirando ares mais arejados da Região Oceânica de Niterói, as publicações dela são seguidas por números impressionantes: 602 mil no Instagram, 1,7 milhão no Tik Tok e 1,1 milhão no Facebook.

“O marketing digital mudou a minha vida e sou muito grata ao Orlando Prado, dono da agência MVO”, agradeceu.

 

 

O slogan “Vou até tirar meus óculos” virou marca de Mariana que vem cada vez mais conquistando seguidores

Mas há casos em que a pandemia contribuiu para o ingresso ao mundo digital, como é o caso de Edmilson de Carvalho da Silva, conhecido como Edu Cria, que juntando os perfis que administra têm 620 mil seguidores. Nascido e criado em São Gonçalo, o jovem estava morando em São Paulo em 2020 quando recebeu o convite para ser page games – administrar páginas de sites de jogos – com conteúdos de memes e interativo.

“Resolvi voltar a São Gonçalo e com isso passei a produzir conteúdos independentes na área de games e humor. Dentro do que faço, considero que influencer é estabelecer uma conexão significativa com o público, sendo uma referência para outras pessoas”, diz o morador de Neves e administrador dos perfis @ffmemesbrasil e @osfaixasdanet.

Edu sempre foi cria de São Gonçalo e se tornou influencer e administrador de outros dois conteúdos independentes

Em cartaz com a peça Sabagaça no Teatro Candido Mendes em Ipanema, Zona Sul do Rio, Tomás Castelani é ator e é conhecido como Tom ou Povsoudimaior no Tik Tok, onde 338 mil pessoas o seguem. Nascido em Niterói e tenho vivido grande parte dos 20 anos no Porto da Pedra em São Gonçalo, o influenciador mora com a mãe em Angra dos Reis.

Além de influenciar milhões de seguidores, Tom é ator e mora em Angra dos Reis com a mãe, sua seguidora número 1

“Comecei no Tik Tok e deu no que deu (risos). Mas primeiro de tudo seja você, tenha sua essência, não seja mais um na internet. Já sobre ser um influencer dentro da comunidade LGBTQI+ é muito importante para nossa visibilidade em poder mostrar um pouco da nossa vivência e do nosso trabalho”, revela o trans que se define como bissexual.

Filha de ex-chefe do tráfico de drogas em uma comunidade da cidade de Campos, no Rio, e empreendedora de sucesso com as marcas Xô Cutículas e Xô Pelos, com lojas no Alcântara, Paraíso, Piratininga e Recreio dos Bandeirantes, Carol Nunes, de 26 anos, é uma influenciadora que todo mundo se orgulha em seguir. Com dicas de superação e de como vencer a depressão, Carol, que acumula 336 mil seguidores no Instagram, veio morar em Guaxindiba aos 10 anos e até hoje guarda São Gonçalo no coração.

Falar de superação no meio dos influenciadores é lembrar de Carol Nunes, que venceu a vida difícil e voa cada vez mais alto

“Uma das maiores dificuldades é o público enxergar somente você como uma figura pública e não como um ser humano. Sou mãe, e tudo é bem mais diferente. Tenho dias de exaustão, que não quero aparecer, mas a cobrança é grande. Essa é a maior responsabilidade que tenho por ser uma influencer, pois as pessoas acham que não posso errar, mas sou ser humano”, diz Carol.

Opinião compartilhada pela niteroiense Thaisa Silveira, de 21 anos, que enveredou por essa área ano passado e já soma 174 mil inscritos no Tik Tok.

“Ser influenciadora digital é ser honesta com quem te assiste e com quem te segue sempre. Autenticidade é o que cativa as pessoas. Mostrar o que você é de fato é o diferencial”, aconselha.

Uma coisa que não pode faltar nas publicações da niteroiense Thaisa Silveira é autenticidade, o diferencial do canal da moça

Morando atualmente no bairro de Guaxindiba, em São Gonçalo, a fortalezense Geovanna Jorge, de 20 anos, trabalha há muito tempo com redes sociais, mas como influenciadora digital, no entanto, desde 2020.

“É uma baita responsabilidade, você tem que tomar muito cuidado com que fala ou faz, porque você vai estar influenciando outras pessoas”, diz e aconselha: “Não deixe ninguém dizer que você não é capaz, todos nós somos capazes, basta querer e correr atrás”, profetizou a moça com pouco mais de 152 mil seguidores no Kwai.

A beleza e o carisma da fortalezense Geovanna estão presentes no trabalho da influenciadora de Guaxindiba

Foi graças ao blog Cachos com Sardas, em 2014, que a adolescente Thayná Freire, com 15 anos à época, foi conquistando um público que a acompanha até hoje.

O blog Cachos com Sardas foi o impulso que Thayná Freire precisou para ser influenciadora de sucesso nos dias de hoje

Com 114 mil seguidores nas redes sociais do Instagram, Tiktok, Twitter e YouTube, a influenciadora de São Gonçalo revela: “Ser influencer é você influenciar positivamente a vida de uma pessoa, inspirar, agregar. De onde eu venho, o sonho se perde com as batalhas do dia a dia, mas eu nunca deixei de sonhar e sempre comemoro cada pequena conquista com meu público, com minhas manas!”, diverte-se.

Atualmente morando no Fonseca, em Niterói, Edimara Muniz Campos, de 34 anos, sempre foi cria da Chumbada, em São Gonçalo, antes de, em 2016, ser tornar Grazie One e alcançar 102 mil seguidores.

“Ser uma digital influencer vai além do divulgar produtos ou dizer o que as pessoas devem usar. Em minhas redes deixei bem claro meus hábitos e minhas opiniões sinceras. No meu estilo de vida sempre tento mostrar a realidade sem fazer nenhuma seguidora se sentir inferior ou superior, mas sempre de maneira com que todas somos iguais e linda de alguma forma”, contou Grazie prestes a lançar pelas plataformas Spotify, You Tube e Deezer, a música Assistindo Big Brother, a nona da carreira.

Cria da Chumbada em São Gonçalo, Grazie está lançando a música Assistindo Big Brother, nona da carreira de cantora

Com um perfil voltado a dar dicas de reforma, decoração e o dia a dia de donas de casa, que inclui quem tem apartamento ou casa, a gonçalense Cíntia Barreto, de 25 anos, trabalha desde o ano passado como influenciadora.

“Criar um conteúdo capaz de influenciar gostos e comportamentos é uma forma de alcançar pessoas. É isso que o Sonhando com Apê se propõe a fazer nas redes sociais”, diz radiante com os 57 mil seguidores.

Donas de casa que seguem a influencer gonçalense Cíntia Barreto adoram as dicas que o Sonhando com Apê costuma dar

Já o gonçalense Mc Darlan, de 34 anos, morador da Mangueira e autor da música Dia de Jogo, considerado um hino vascaíno, diz que o hit foi visualizado por mais de oito milhões de fãs.

Morador da Mangueira em São Gonçalo, o músico acredita que parceria é para a vida toda e principalmente nas redes sociais

Segundo o músico, a fórmula para ser um bom influenciador é “ser parceiro dos parceiros e viver a vida toda essa relação de mão dupla de forma sincera”, acredita com quase 46 mil seguidores no Instagram.

Já a carioca Flav, nome de registro de Flavia Trindade Cardozo, 23 anos, que começou a fazer vídeos na internet em 2020 e no ano seguinte começou a pegar trabalhos com marcas grandes no Instagram. Sobre inspirar pessoas, ela define: “Ser influencer é servir de inspiração para as pessoas, dividir o estilo de vida que se tem e visão de mundo com que enxerga com os seguidores, os inspirar de forma positiva e impactar a vida deles de alguma forma. Comecei ensinando a trançar o próprio cabelo, atividade que é o meu trabalho e ensinei na intenção de ajudar outras pessoas a garantir uma renda extra”, diz com a segurança de que o altruísmo praticado no gesto é maior que os quase 20 mil seguidores que tem no Instagram e Twitter.

Os trabalhos com grandes marcas no mundo digital, possibilitaram a carioca criar seus próprios canais e ter seguidores

Segundo uma pesquisa realizada pelo site Dummies, um influenciador digital, com mais de 100 mil seguidores pode faturar entre R$ 5 mil a R$ 10 mil por anúncio patrocinado, os chamados publiposts.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

plugins premium WordPress