Como empreender e aumentar a sua renda na pandemia

Esta é a coluna Negócios de Cá, do portal Lado de Cá. Meu nome é Dimitri Duque e minha missão aqui é trazer para você, a cada 15 dias, algumas dicas para lhe ajudar a criar novas fontes de renda e entrar no mundo dos negócios. Se você já tem um negócio, essa coluna irá lhe ajudar a aumentar a sua receita, fidelizar sua clientela e reduzir seus custos. Empreendedorismo, varejo, negócios, investimentos, marketing, vendas, inovação… são muitos os temas sobre os quais vamos falar aqui, mas sempre de maneira simples e direta, sem blablablá, sem enrolação.

E, é claro, eu também quero ouvir você. Quero saber suas opiniões, ouvir as suas sugestões, tirar as suas dúvidas sobre negócios e – por que não? – contar aqui a sua história. Para isso, você pode deixar um comentário ao final dessa coluna ou, se preferir, entrar em contato diretamente comigo pelas redes sociais e pelo e-mail dimitri@polen.vc.

Agora, vamos ao que interessa!

O desemprego no Brasil, segundo o IBGE, atingiu o patamar de 13,1%, com o fechamento de mais de 1,5 milhão de postos de trabalho na última semana de junho. Sem uma fonte de renda, mais de 12 milhões de pessoas buscam alternativas para sustentar suas famílias em meio a uma das maiores crises da nossa geração.

Nesse cenário, o empreendedorismo parece a única saída para muita gente. A correlação entre desemprego e empreendedorismo no Brasil faz tanto sentido que, entre dezembro de 2019 e julho de 2020, o número de microempreendedores individuais no Brasil cresceu 10,9%, segundo dados do Portal do Empreendedor – MEI. De fato, no nosso país, é mais comum empreender por necessidade do que por oportunidade. Quem, por exemplo, monta uma barraca na porta de casa para vender pastel, às vezes nem sabe, mas está empreendendo! Mesmo com toda a informalidade, se você cria algo novo, capaz de gerar renda, você está empreendendo. Agora olhe ao seu redor e veja quanta gente empreendedora você conhece!

Você também pode ser uma dessas pessoas. Veja a seguir algumas dicas do que você pode fazer para aumentar a sua renda agora mesmo:

Venda o que você sabe fazer melhor

Você tem algum hobby? Tem aptidão para artesanato? Marcenaria? Culinária? Alfaiataria? Tenho certeza que existe algo que você goste de fazer e faça muito bem. Se você não sabe o que é, pergunte no seu círculo de amizade mais próximo: “o que vocês acham que eu faço melhor do que as outras pessoas?”

As respostas para essa pergunta podem ser ótimos pontos de partida para você pensar em produtos que pode fazer e oferecer. Hoje em dia, é possível vender praticamente qualquer coisa usando apenas o seu celular. Com ele e a sua mente criativa, você já tem o seu próprio negócio.

Faça parte de um programa de revenda ou afiliação

Uma grande parte das empresas hoje têm programas de revenda ou de afiliação. Você já deve conhecer muitos exemplos do primeiro caso. Avon, Natura e outras marcas de cosméticos lhe permitem comprar produtos com grandes descontos e revender entre os seus contatos. Isso é um programa de revendas.

Já a afiliação é ainda mais prática. Funciona assim: você se cadastra no site da marca que quer vender (desde que ela disponibilize essa opção) e recebe um código exclusivo. Você compartilha com todo mundo que você conhece e vai receber uma comissão por todas as vendas realizadas pela marca usando o seu código. Muitas vezes, inclusive, o código dá descontos para quem usar. Ou seja, é bom para todo mundo.

Programas como esse são muito comuns especialmente em lojas online, como Amazon e Magazine Luiza.

Mulher usando notebook para vender produtos online.

Torne-se freelancer

Você sabia que pode prestar serviços para pessoas do mundo inteiro sem sair de casa? Isso é possível graças a sites e serviços online como o Workana, Fiverr e GetNinjas. Neles, você pode realizar um cadastro das suas habilidades pessoais e oferecê-las para clientes de todo o mundo que desejam pagar por hora pelos seus serviços.

Isso pode ser uma excelente opção para quem tem experiência como assistente administrativo ou para quem pode oferecer serviços de secretariado executivo, tradução, redação ou revisão de textos, criação de planilhas eletrônicas, design, edição de fotos, áudio e vídeo, ilustração, animação ou qualquer outra tarefa que dependa somente de talento e um computador.

Você alguma vez já recorreu a alguma dessas 3 opções para gerar novas fontes de renda? Como foi sua experiência? Ou ainda, pretende colocar em prática alguma dessas dicas? Deixe seu comentário e conte para mim a sua história!

Um abraço e bons negócios!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.