19.8 C
São Gonçalo
domingo, maio 26, 2024

Campeão do volante, motorista de ônibus mostra por que é admirado por colegas e passageiros em SG

O motorista é admirado por colegas rodoviários pelo profissionalismo e amor à profissão (Foto: Lado de Cá)

Muitos dos rodoviários da região que estão afastados do trabalho por depressão, causada pelo estresse do trânsito, pela violência, entre outros motivos, deveriam conhecer o motorista Elias Coutinho de Oliveira, de 41 anos, morador de São Gonçalo. O funcionário da Viação Mauá se sente tão à vontade ao volante que chega a confundir o ônibus com sua própria casa. Exagero? O amor à profissão, materializado diariamente pela cordialidade que dispensa aos passageiros, demonstra que não.

“Eu costumo brincar que o ônibus é a sala da minha casa, o parabrisa é o home-theater, os bancos são o meu sofá, as cenas reais e as paisagens que vemos são o filme. Aqui temos filmes de ação, comédia, suspense, drama e terror”, diverte-se Elias.

Filmado pelo bancário Beethoven Antunes Guimarães, de 52, num ponto de ônibus na Rua Doutor Porciúncula, na Venda da Cruz, ajudando uma idosa a embarcar no ônibus (conforme vídeo abaixo), o motorista acumula uma série de boas ações durante o trabalho que fazem jus ao apelido: Campeão.

“Eu sou assim com todos, mas confesso que quando vejo um idoso precisando de alguma ajuda, paro o que for para ajudar. Eu lembro dos meus pais e por eles eu ajo assim”, diz o filho do seu Herly e da dona Zeny.

Morador do Jardim Catarina e funcionário da Mauá há 13 anos, Elias é um dos 730 motoristas da empresa que enfrentam o trânsito caótico de São Gonçalo, as vias em péssimas condições, o mau humor de alguns passageiros e a violência urbana.

No trabalho de segunda a sexta-feira, das 14h às 21h, e nas escalas de fim de semana, os gêneros de “filmes” que passam diante dos seus olhos são variados. Mas a recompensa não é uma ficção. O profissional, que nasceu em Araruama e é pai de Érlon, de 13 anos, já recebeu mais de 20 cartas de agradecimento e inúmeras mensagens de passageiros no Fale Ônibus, canal de elogios, reclamações e sugestões da Mauá, além de mais de duas mil curtidas na página São Gonçalo Vai Mudar, no Facebook.

Campeão se orgulha das cartas que recebe dos passageiros (Foto: Arquivo Pessoal)

“Olha, eu não me sinto Campeão de coisa nenhuma, apesar dos tantos elogios que recebo pela conduta profissional no volante. Mas foi a partir de 2016 que comecei a acompanhar isso mais de perto. Mas é bom frisar que o meu dever como rodoviário é servir bem cada passageiro que entra na sala de estar da minha casa de quatro rodas. Como é bom receber tantas visitas”, agradece.

A paixão pela profissão foi herdada do pai, Herly, um ex-rodoviário. Elias ainda tem um irmão, Sandro, que é colega na empresa.

O motorista está casado há oito anos com Maria e é padastro de Breno. Ambos têm muito orgulho dele não só pelos elogios, cartas e mensagens nas redes sociais, mas por ser um exemplo de profissional e de chefe de família. Algo que só os campeões conseguem ser.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress