24.9 C
São Gonçalo
terça-feira, maio 28, 2024

“Briga épica entre Homem-Aranha, Pantera Negra e Super Mario choca Teresópolis e viraliza nas redes sociais”; Veja vídeo

Foto: Reprodução/Instagram

Uma briga generalizada entre funcionários de um trenzinho turístico vestidos como personagens famosos, como Homem-Aranha, Pantera Negra e Super Mario, chamou a atenção nas redes sociais. O incidente ocorreu durante a Feirinha do Alto, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, no último domingo (4).

Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o momento em que o homem vestido de Homem-Aranha se aproxima do Pantera Negra e inicia uma troca de socos. O funcionário fantasiado de Super Mario tenta intervir, mas também acaba se envolvendo na briga, trocando golpes com o Homem-Aranha.

Outros personagens fantasiados, como outro Homem-Aranha, o Super-Choque, o Capitão América e a Wandinha da Família Adams, tentam apartar a confusão, mas não conseguem evitar o tumulto.

Vídeo:Choquei/Instagram

A polícia militar foi acionada e conduziu os envolvidos até a delegacia. O homem que estava vestido de Homem-Aranha teve o nariz quebrado e encontra-se internado, aguardando uma avaliação médica para determinar se será necessário passar por uma cirurgia.

Os trenzinhos envolvidos na briga pertencem a empresas diferentes que oferecem serviços de passeio turístico pelo bairro do Alto, em Teresópolis. Essas atrações são uma das marcas registradas da cidade, e os funcionários, vestidos como super-heróis e personagens de desenhos animados e filmes, costumam animar o passeio com acrobacias, danças e brincadeiras.

Os proprietários das empresas se pronunciaram sobre o incidente e, apesar de serem concorrentes, concordaram que não apoiam esse tipo de comportamento.

“Não compactuamos de forma alguma com o ocorrido no último domingo. Um colaborador já foi demitido e o outro afastado até que possamos tomar uma decisão com mais calma”, afirmou Rogério Modesto, empresário proprietário do Teretrem.

“Incidentes como esse não podem ocorrer. Não fazem parte de nossa política de trabalho. Deixaremos as demais situações nas mãos das autoridades. Cada um será responsabilizado por seus atos. Estamos dispostos a colaborar para que possamos continuar levando alegria através de nosso trabalho, que é realizado com tanto amor e carinho”, completou Rogério.

A empresária Mila Ribeiro, proprietária do outro trenzinho, também expressou seu repúdio a esse tipo de comportamento.

“Estamos no ramo há quase 30 anos, e isso foi um incidente isolado. Gostaríamos de deixar claro que selecionamos e orientamos nossos funcionários, e de forma alguma toleramos esse tipo de atitude, pois lidamos com o público, especialmente crianças. Estamos tomando as medidas adequadas em relação aos fatos e buscando as providências legais para que isso jamais se repita”, afirmou a proprietária do Big Magic Train.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress