19.9 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 23, 2024

Brasil é um dos países com a Coca-Cola mais cara da América do sul: confira a pesquisa

O país que ficou em primeiro lugar da lista foi a Suíça, que paga cerca R$15,19 pelo produto

 

Hoje em dia há refrigerantes dos mais variados sabores e marcas, e há também quem ame e odeie as bebidas carbonadas. Por se tratar de uma bebida com grande escala mundial de vendas e com um crescimento exponencial ainda maior em vista, o Cuponation, plataforma de descontos online, compilou dados referentes à Coca-Cola, para saber quanto do produto os brasileiros consomem e quanto do salário mínimo local são investidos na bebida.

 

De acordo com a plataforma de dados globais Numbeo, que realizou uma pesquisa este ano para saber quanto custa a bebida em noventa e cinco países diferentes, o Brasil ficou em 43º lugar no ranking de lugares em que o preço da bebida é mais cara, custando cerca de 1.17 dólares, ou R$ 4,42, sem impostos (é válido ressaltar que a conversão dos valores da pesquisa foi feita no dia 26 de julho de 2019, com o dólar valendo R$ 3,78).

 

O país que ficou em primeiro lugar da lista foi a Suíça, que paga cerca de US$4.02 (R$15,19) pelo produto. Em segundo e terceiro lugar ficaram Noruega e Dinamarca, que pagam US$3.34 (R$12,62) e US$3.33 (R$12,58), respectivamente. O último colocado foi o Paquistão, que paga US$0.24 (R$0,91) por uma Coca-Cola. Veja o ranking completo no infográfico interativo.

 

Segundo dados de 2014 da The Coca-Cola Company, a empresa vende por dia mais de 1,7 bilhões de copos e garrafas da bebida. Esta estatística representa 19.675 produtos vendidos por segundo. A estimativa é que em 2019 esses números tenham aumentado no mínimo o dobro.

 

A companhia ainda registrou, há dois anos, que a Coca-Cola domina mais de 55% do mercado de refrigerantes no Brasil, e que os brasileiros costumam beber mais de 13,3 bilhões de litros da bebida (tradicional, light e zero) por ano, colocando o país em terceiro lugar no ranking de países que mais consomem bebidas carbonadas.

 

Com as informações anteriores, o Cuponation realizou um cálculo para saber quanto do salário é gasto com a bebida. Tomando por base uma casa que se mantém com um salário mínimo de R$998 (IBGE-2019), onde se consome duas garrafas de Coca-Cola de 2L por semana e que cada uma custe em média R$8,50 (com impostos inclusos), significa que cerca de R$68, ou 6,81% dessa renda, são gastos apenas com a bebida.

 

Você pode ver a pesquisa completa neste link:

 

https://www.cuponation.com.br/insights/cocacola-2019

 

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress