19.9 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 23, 2024

Barbeiro teria alugado um espaço para vigiar rotina de professora e seus familiares

Um homem, de 29 anos, foi preso, na noite desta quinta-feira (26), acusado de ter torturado e matado a educadora infantil Angélica Lima, de 42 anos, na última segunda-feira (23), no Rio do Ouro, em São Gonçalo.

 

De acordo com informações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), o homem teria alugado um espaço próximo a casa da vítima para vigiar a sua rotina e de seus familiares. Ele teria sido flagrado pelas imagens da câmeras de segurança de um estabelecimento próximo à residência de Angélica.

 

A Polícia Civil investiga se outras pessoas estão envolvidas na tortura e morte de Angélica, que trabalhava em uma creche particular no Ingá, na Zona Sul de Niterói.

 

De acordo com a mãe do suspeito, ele não tinha nenhum contato com a vítima.

Matérias Relacionadas

No Content Available
plugins premium WordPress