28.6 C
São Gonçalo
terça-feira, junho 18, 2024

Deputada acusada de matar o marido ainda não compareceu para colocar tornozeleira eletrônica

Terminou nesse sábado (3/10), o prazo que a Justiça deu a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) para a colocação da tornozeleira eletrônica.

Acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo em junho do ano passado, Flordelis ainda não compareceu à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

O Tribunal de Justiça alega que oficiais não conseguem intimá-la nem em Niterói, onde ela mora, nem em Brasília, onde trabalha.

Diante da dificuldade de intimar Flordelis, a juíza da 3ª vara criminal de Niterói, Nearis dos Santos Carvalho Arce, determinou na última quinta-feira (1º) que os advogados da deputada fornecessem – em 24 horas – os números dos telefones dela e que a intimação seja feita até mesmo fora do horário de expediente, se necessário com auxílio da força policial.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress