27.2 C
São Gonçalo
segunda-feira, junho 1, 2020
- Publicidade -

Rio permitirá que municípios sem coronavírus reduzam isolamento

Leia Mais

Os benefícios da corrida para saúde do cérebro

Nos dias de hoje, a corrida tem sido uma atividade muito importante para saúde do cérebro, pois vem demonstrando que o movimento é tão...

Após divulgação de Viola Davis, petição de justiça a João Pedro chega a 1 milhão de assinaturas

Um abaixo-assinado que pede justiça ao menino João Pedro de Matos Pinto, assassinado em casa durante operação das polícias Federal e Civil no Complexo...

Botafogo anuncia venda de ingressos simbólicos em redes sociais

Nesta segunda-feira (1°), o Botafogo iniciou as vendas de ingressos para a reprise do título Brasileiro de 1995. A intenção da diretoria é arrecadar uma...

Prefeitura inicia distribuição de 47 mil kits merenda escolar para alunos da rede municipal

A Prefeitura de São Gonçalo iniciou nesta segunda-feira, 1º de junho, a distribuição dos 47 mil kits merenda escolar que foram disponibilizados para todos...

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, anunciou hoje (7) que irá permitir a redução das medidas restritivas de circulação em municípios que ainda não têm casos do novo coronavírus. A maior parte deles, localizada no Noroeste do estado. Apesar da redução em alguns locais, o governador afirmou que irá manter as regras de isolamento no estado, que deverão ser prorrogadas até o final do mês.

Witzel irá publicar ainda nesta terça-feira um decreto com a lista das cidades que poderão ter a redução das medidas restritivas. Nesses locais, o comércio poderá funcionar, sem aglomerações. As escolas, no entanto, seguirão sem aulas presenciais. A circulação de pessoas deverá se restringir a própria cidade. A recomendação é que a população não receba visitas de outras localidades e nem circule entre municípios.

“O Noroeste do estado apresenta alguns municípios com ausência do vírus, portanto, podemos permitir a circulação interna no município. A nossa preocupação é salvar vidas. É com a pessoa humana. Mas, também precisamos nos preocupar com economia. Sempre em primeiro lugar as vidas, mas precisamos olhar para o futuro”, disse o governador, em entrevista coletiva à imprensa nesta terça-feira.

Segundo ele, as prefeituras desses municípios foram todas acionadas e ficará a critério dos prefeitos a aplicação do decreto. A condição para que isso seja feito é que a cidade tenha condições de garantir uma barreira sanitária, impedindo que pessoas entrem e saiam da cidade, o que aumenta o risco de contágio.

O governo esclarece que o decreto não se trata de uma flexibilização e nem mudança na orientação do estado, que segue apostando no isolamento social para evitar a propagação do novo coronavírus. A lista das cidades será revista diariamente e, caso apresentem algum caso da doença, o decreto deixará de valer para elas e elas deverão aumentar as medidas restritivas.

O secretário de estado de Saúde, Edmar Santos, explicou que o estado tomou medidas mais duras conforme foi aumentando o contágio. Essas cidades estariam ainda no estágio inicial, não sendo necessárias ainda, como não foi nas demais, medidas mais restritivas. “A gente só iniciou esse isolamento amplo quando começou a circulação [do vírus]. Nesse momento é absolutamente coerente que municípios que não têm caso confirmado possam funcionar. Não é mudança de paradigma e nem flexibilização”.

Somente delivery

Em todo o estado, Witzel disse que as medidas restritivas deverão ser prorrogadas até o fim do mês. No dia 30 de março, o governador estendeu as medidas por 15 dias. Agora, elas deverão valer até o fim do mês. “Nossa previsão é que [o decreto] será renovado por 15 dias. Com a estrutura que temos, a previsão é renovar até final do mês de abril”.

O governador também irá publicar hoje uma medida que permite a todo o comércio do estado apenas entregas por delivery. A medida foi discutida, segundo ele, com entidades representativas dos comerciantes, como a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e a Federação do Comércio (Fecomércio). “Não haverá o drive thru apenas o comércio delivery”, disse Witzel.

Tanto governador, quanto secretário reforçaram a importância das medidas de isolamento para evitar a transmissão da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Eles ressaltaram que o estado ainda não está pronto para um aumento expressivo no número de casos, que equipamentos e materiais ainda estão sendo adquiridos e que eles estão enfrentando problemas de logística, inclusive com aquisições internacionais.

“Saúde agora é ficar em casa, esperar este momento crítico”, enfatizou, Santos. “Todas as medidas que o estado tem tomado vêm surtindo efeito. Não é para relaxar e ir para a rua”.

O governador citou a possibilidade de cobrança de multa, caso aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) àqueles que descumprirem as medidas, algo que têm sido feito em países como a Itália.

De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, o estado registrava, até ontem (6), 1.461 casos confirmados e 71 óbitos por covid-19. Há 75 mortes em investigação. A maioria dos casos confirmados está na cidade do Rio de Janeiro, 1.110.

Em todo o país, de acordo com o Ministério da Saúde, 553 pessoas morreram em decorrência da infecção e 12.056 estão com covid-19.

 

Fonte: Agência Brasil

Powered by Rock Convert

Notícias Relacionadas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Brasil recebe dois milhões de doses de hidroxicloroquina dos EUA

O Ministério das Relações Exteriores informou que o governo dos Estados Unidos entregou ao Brasil dois milhões de doses de hidroxicloroquina, “como demonstração da...

PM prende suspeito de tráfico de drogas em Itaboraí

No início da tarde desta segunda-feira (1), uma equipe do 35°BPM (Itaboraí) foi surpreendida com diversos disparos de arma de fogo durante patrulhamento pelo...

Lei cria canal de auxílio entre mulheres em risco de violência doméstica e Polícias

Projeto de lei do deputado estadual Rosenverg Reis, que estabelece que os órgãos de segurança pública deverão disponibilizar mensagens no celular sobre medidas de...

Bolsonaro pede que apoiadores não saiam às ruas no próximo domingo

O presidente Jair Bolsonaro pediu hoje (1º) a seus apoiadores que não compareçam às ruas no próximo domingo (7), quando estão previstas manifestações contrárias ao governo. Ontem (31), houve...

Orquestra Municipal de São Gonçalo realiza mais uma live

A Orquestra Municipal de São Gonçalo (OMSG) realiza, nesta segunda-feira (1), a "Live OMSG - Uma Conversa Musical", com o cantor, educador, regente e...