16.9 C
São Gonçalo
quarta-feira, julho 6, 2022

Projeto ensina artes marciais para crianças em bairro de São Gonçalo

É preciso estar em dia com a caderneta de vacina contra a Covid-19

Leia Mais

Era março de 2020, quando Rodolfo Santiago da Silva, de 33 anos, iniciou o projeto Lutando por Todos que ensina artes marciais para crianças no Bairro Antonina em São Gonçalo.

Passados dois anos e com o coronavírus sob controle pela Secretaria de Saúde da cidade, o projeto se tornou itinerante e atende diversas crianças do bairro.

“Nossa região tem muitas crianças carentes e o tráfico de drogas impera. Pensando nisso e com a confirmação de Deus, iniciei as aulas no terraço de uma casa alugada, mas veio a pandemia e resolvemos dar um tempo até todas as crianças estarem vacinadas”, contou.

Além das aulas, o projeto leva diversas brincadeiras com palhaços, algodão doce, pipoca, cachorro quente, pula-pula presentes, doações, ovos de páscoa, cortes de cabelo e assistência jurídica para as mães que têm filhos presos ou causas na em juízo.

“Cerca de 50 crianças estão envolvidas nesse projeto e agora vamos alugar um novo espaço em algum lugar do bairro. Precisamos de apoio sempre, até existem algumas pessoas que ajudam um pouco nas ações, no entanto, precisamos de estrutura melhor para as crianças” revelou.

Com a experiência de quem viu muitos amigos de infância se perderem no tráfico de drogas, a capoeira e o muay thai foram a tábua de salvação.

“Agradeço a Deus por ter começado a praticar capoeira e outras artes marciais. Atualmente faço parte da equipe BTT Blindado Top Team no Mutondo com o mestre Jeferson Rafael, que acreditou no meu potencial e com essa confiança conquistei dois campeonatos. Mas ganhei não por mim, mas para provar para os meus alunos que existe um caminho”, contou.

As aulas são ministradas às terças e quintas-feiras, a partir das 19h30. Quem quiser conhecer um pouco mais do projeto, basta acessar o https://www.instagram.com/projetosociallutandoportodos/

Interessados em ajudar o Lutando por Todos, basta entrar em contato com o professor Rodolfo Santiago da Silva no telefone 96937-3750.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias