23 C
São Gonçalo
quarta-feira, junho 3, 2020
- Publicidade -

Procura-se desesperadamente por Bárbara, Samuel e Vinícius

Leia Mais

Maricá prorroga inscrições no Programa de Amparo ao Emprego até 10 de junho

A Prefeitura de Maricá prorrogou o prazo de inscrição do Programa de Amparo ao Emprego (PAE) até o próximo dia 10/06. O PAE é um...

Prazos de validade de concursos públicos estaduais podem ser suspensos durante pandemia

Foi aprovado em discussão única na tarde desta quarta-feira (03), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) um Projeto de Lei que propõe...

Tradicional torcedor do Botafogo é a 200° vítima morta por coronavírus em São Gonçalo

Símbolo do Botafogo, a 'Estrela Solitária' ganhou na noite da última terça-feira (2) a companhia do eletricista aposentado Eloir Stutzel, 67 anos, morador do...

Polícia prende suspeito de crime de receptação em Tanguá

Uma operação realizada pela 75 DP (Rio do Ouro) em Tanguá nesta quarta-feira (03), apreendeu 12 baterias estacionárias de uso exclusivo de empresas de...

O desaparecimento da mineira Bárbara Corrêa Rocha, 21 anos, e dos colegas dela, o motorista de transportes por aplicativo, Vinícius Cascado da Silva, 33, e Samuel Morais das Neves, 28, que saíram do Rio para Cabo Frio na noite da última quarta-feira, 1° de abril, no Honda Civic cinza, placa DOT-7544, dirigido por Vínícius, e sumiram no meio do caminho, continua um verdadeiro mistério para a polícia e familiares dos jovens.

Policiais que investigam o caso tentam refazer o trajeto feito pelos três após saírem da casa de Vinícius, em Olaria, na Zona da Leopoldina do Rio, por volta de 20h da última quarta-feira, dia 1°de abril. Os investigadores já requisitaram as imagens de uma câmera da concessionária Via Lagos que flagrou o Honda Civic passando por um radar de velocidade na altura de Araruama na mesma noite do desaparecimento do trio.

Foto do Vinicius cedida pela família

Além disso, os policiais também vão convocar familiares dos três, e um ex-namorado de Bárbara para prestarem depoimentos. A Polícia já sabe que antes de desaparecer a jovem estava hospedada, desde o dia 30 de março, num flat da Barra da Tijuca, mas que havia chegado ao Rio no dia 16 de março, quando chegou de Belo Horizonte, onde mora. Eles pretendem também levantar todo o histórico da passagem da jovem pela cidade desde o dia da sua chegada.

Como o ‘Lado de Cá’ revelou com exclusividade no domingo, Bárbara, representante de uma cervejaria na capital mineira e os outros dois jovens, moradores de comunidades do Rio, sumiram junto com o carro em que estavam seguindo para a casa da irmã gêmea dela, Bruna Correa, que mora no bairro Guarani, em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

De acordo com Bruna, a irmã teria vindo para o Rio no dia 16 de março, a passeio, e por indicação do ex-namorado, um motorista de aplicativo de transporte, identificado como Gabriel e morador da Via Cruzeiro, pegou carona com Samuel, morador da Vila Kennedy, e Vinicius, 33, ambos amigos dele.

Foto do Samuel cedida pela família

Como a irmã não chegou a Cabo Frio e também não fez mais contato, Bruna iniciou investigações por conta própria, indo à delegacias, IML’s e hospitais, mas não conseguiu encontrar a pistas dela. Depois, fez contato com familiares de Vinicius e Samuel, que também estavam à procura deles. A jovem, então, refez o trajeto da viagem da irmã e conseguiu informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) de que o carro onde os três estariam, foi flagrado por câmeras dos radares de velocidade, na Via Lagos.

“Meus pais estão sofrendo muito lá em Minas Gerais. A Bárbara gosta muito de viajar, mas sempre manteve contato com a gente e com as amigas com quem mora em Belo Horizonte. Estamos vivendo uma aflição sem fim. O Gabriel, ex namorado dela, e os familiares dos dois outros rapazes também estão me ajudando nas buscas”, contou Bruna.

Foto da Barbára cedida pela família

A reportagem do ‘Lado de Cá’ conversou, também, com familiares dos dois rapazes. “Eu estou desolada. Ele é meu filho único. Meu grande amor. Uma mãe nunca imagina que isso possa acontecer”, disse Fátima Silva, mãe de Vinícius, que mora sozinho em Olaria.

“Minha mãe está na pior. Ela está há cinco dias sem comer e dormir. É muito doloroso ficar sem saber se ele está com vida ou não, devido ao desenrolar da história”, afirmou Messias Morais (25), irmão de Samuel.

Familiares e amigos estão fazendo uma campanha nas redes sociais em busca de notícias dos três desaparecidos, publicando fotos deles e relatos sobre o caso. Quem souber de alguma notícia de Bárbara e dos outros dois rapazes pode entrar em contato com o telefone. 31 98866-0698 ou pelo whatsapp do mesmo número.

 

Powered by Rock Convert

Notícias Relacionadas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Maricá terá reabertura gradual do comércio a partir de quinta-feira (04/06)

Em transmissão pelas redes sociais realizada nesta terça-feira (02/06), o prefeito Fabiano Horta anunciou a retomada gradual das atividades econômicas em Maricá, a partir...

Morador de São Gonçalo ganha na loteria e fica milionário em meio à pandemia

Um morador da cidade de São Gonçalo ganhou mais de "um milhão" de motivos para sorrir em meio à pandemia do novo coronavirus. Com...

Rodoviária do Rio adota medidas para reabertura no dia 8

Com a suspensão das linhas intermunicipais em função da decretação do isolamento social para combater a disseminação do novo coronavírus, a Rodoviária do Rio...

G.R.E.S. Império Serrano renova com 1º casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira

A escola de samba Império Serrano já deu seu primeiro passo rumo ao grupo especial da carnaval do Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira,03, a...

Crefcon cria ferramentas online para profissionais da Educação de São Gonçalo

O Centro de Referência Municipal em Formação Continuada (Crefcon) Prefeito Hairson Monteiro dos Santos, localizado no Barro Vermelho, vem trabalhando para instrumentalizar os professores...