17.2 C
São Gonçalo
sábado, agosto 13, 2022

Polícia Civil reconstitui morte de lutador em São Gonçalo

Leia Mais

Na tarde desta terça-feira (04), a Polícia Civil realizou, com o apoio de um veículo blindado, viaturas da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e Polícia Militar, a reconstituição do crime como parte da investigação para esclarecer de onde partiu o tiro que matou o lutador de muay thai, Vítor Reis de Amorim, de 19 anos, no dia 28 de dezembro, no Morro da Jaqueira, no Patronato, em São Gonçalo.

De acordo com Leonardo Macharet, titular da 73ª DP (Neves) e responsável pelas investigações, a escolha do horário para a reconstituição se deu porque a polícia quer ficar o mais próximo possível do ocorrido.

“Identificamos o local onde ele foi baleado. Colhemos material para certificar que o sangue que ainda estava lá era do Vitor. O tiro entrou na lateral direita e saiu pelo ombro esquerdo. Descobrimos que o Vitor estaria em uma laje e por isso entrou numa inclinação. Vamos aguardar o laudo da perícia. O pai do Vítor foi intimado para prestar depoimento, pois queremos saber da vida pregressa do rapaz. O histórico familiar é importante”, contou e afirmou que se houver necessidade será realizada uma acareação entre a família e os policiais.

Os pais de Vítor não participaram da reconstituição. Vacelni Ferreira Amorim, de 58 anos, pai do lutador, chegou a ir no local da morte do filho, passou mal e foi embora. A polícia ainda aguarda o depoimento do pai da vítima, no entanto, a data, ainda não foi confirmada.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias