19.4 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 16, 2024

Ovo para emagrecer? Descubra a quantidade ideal de consumo

Foto: Divulgação

ovo é um alimento de origem vegetal e o seu tipo que costuma ser consumido pela maioria é o de galinha, que contém selênio, ferro, fósforo, zinco, manganês, potássio e imensa quantidade de proteínas. Assim, faz parte entre os alimentos completos para uma dieta e ainda desperta dúvida, por exemplo: qual é o consumo ideal de ovo para emagrecer?

Nutricionista explica o consumo ideal de ovo para emagrecer

“O consumo de ovo no emagrecimento é ótimo, pois o alimento é uma excelente fonte de proteína, que está presente na clara do ovo. Cada unidade possui cerca de 6g de proteína. O ideal é consumir cerca de 15 a 30g de proteína entre lanches e grandes refeições como almoço ou jantar”, garante com exclusividade para o Sport Life a nutricionista do The Corner Sports & Health Fernanda Basso.

Fernanda adianta na sequência que, além do ovo, precisamos de alimentos com alto teor de fibras, que promovem saciedade, como cereais integrais, e que contêm alto teor de água, exemplos: frutas, verduras e legumes com baixa densidade calórica

Outro acréscimo é que o único problema do excesso de ovos é se uma pessoa adotar como única fonte de proteína. Se houver uma variedade de alimentos ricos em proteínas e diversificação nutricional, pode-se consumir ovos todos os dias.

“O horário não faz diferença. A recomendação é apenas que se tenha fracionamento na ingestão de proteínas ao longo do dia todo independente da fonte. Seja ovo, carnes e etc para que o corpo absorva o nutriente ao longo das horas. Aumentar a ingestão de proteínas ao longo de todas as refeições do dia pode aumentar a saciedade no mesmo dia que se inicia essa estratégia”, complementa Basso.

O ovo se encaixa para um esportista antes ou após o treino? Há contraindicação?

“A principal utilização da proteína no esporte de maneira geral é no pós treino e será utilizada para reconstrução e síntese muscular”, resume a nutricionista. Sobre a contraindicação, Fernanda admite que existe um grupo de pessoas.

“Alérgicos ou hipersensíveis porque causam inflamação no metabolismo prejudicando assim o emagrecimento, a absorção de nutrientes, a disbiose intestinal e entre outras manifestações”, termina a nutricionista Fernanda Basso.

Dado

Além disso, o ovo faz parte da preferência nacional e quem garante é a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal). A entidade admite que o consumo de ovo foi de 251 unidades por pessoa no ano de 2020. E que em 2020 a média de quantidade era de 148 unidades per capita.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress