27.2 C
São Gonçalo
segunda-feira, junho 1, 2020
- Publicidade -

Nova MP isenta consumidor de baixa renda de pagar conta de luz

Leia Mais

UFF cria robô para população tirar dúvidas sobre corona vírus

Alunas e professoras de enfermagem do polo da Universidade Federal Fluminense em Rio das Ostras criaram o Robovid-19, uma ferramenta digital para facilitar o...

São Gonçalo registra 28 mortes por corona vírus nos últimos três dias

O município de São Gonçalo chegou a 199 mortos por Covid-19 nesta segunda-feira (01). A cidade registrou 28 óbitos em decorrência do vírus nos...

Os benefícios da corrida para saúde do cérebro

Nos dias de hoje, a corrida tem sido uma atividade muito importante para saúde do cérebro, pois vem demonstrando que o movimento é tão...

Após divulgação de Viola Davis, petição de justiça a João Pedro chega a 1 milhão de assinaturas

Um abaixo-assinado que pede justiça ao menino João Pedro de Matos Pinto, assassinado em casa durante operação das polícias Federal e Civil no Complexo...

A população pobre, com consumo mensal de energia elétrica inferior ou igual a 220 quilowatts-hora (kWh), está isenta de pagar a conta de luz, no período de 1º de abril a 30 de junho deste ano. É o que determina a Medida Provisória (MP) nº 950, de 8 de abril de 2020, publicada em edição extra do Diário Oficial da União, dessa quarta-feira (8).

Para isso, fica a União autorizada a destinar recursos para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), limitado a R$ 900 milhões, a fim de cobrir os descontos relativos à tarifa de fornecimento de energia elétrica dos consumidores incluídos na Tarifa Social.

Assim, o “governo soluciona as duas questões mais urgentes identificadas pelas equipes do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia: a perda da capacidade de pagamento dos consumidores de baixa renda, beneficiários da tarifa social, e a perda da capacidade financeira das distribuidoras de energia elétrica, com o aumento da inadimplência e a redução do consumo de energia”, informa o ministério.

A medida decorre das ações temporárias emergenciais destinadas ao setor elétrico para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia de coronavírus (covid-19).

A decisão do governo federal de isentar a tarifa de energia elétrica dos consumidores de baixa renda foi uma das medidas anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro, durante pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, na noite de ontem.

Fonte: Agência Brasil

Powered by Rock Convert

Notícias Relacionadas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Prefeitura inicia distribuição de 47 mil kits merenda escolar para alunos da rede municipal

A Prefeitura de São Gonçalo iniciou nesta segunda-feira, 1º de junho, a distribuição dos 47 mil kits merenda escolar que foram disponibilizados para todos...

Ex-jogador de futebol sofre grave acidente na BR, em São Gonçalo

O ex-jogador de futebol gonçalense Getúlio de Oliveira Diogo, 52 anos, sofreu um grave acidente de moto por volta das 18h no último domingo...

Brasil recebe dois milhões de doses de hidroxicloroquina dos EUA

O Ministério das Relações Exteriores informou que o governo dos Estados Unidos entregou ao Brasil dois milhões de doses de hidroxicloroquina, “como demonstração da...

PM prende suspeito de tráfico de drogas em Itaboraí

No início da tarde desta segunda-feira (1), uma equipe do 35°BPM (Itaboraí) foi surpreendida com diversos disparos de arma de fogo durante patrulhamento pelo...

Lei cria canal de auxílio entre mulheres em risco de violência doméstica e Polícias

Projeto de lei do deputado estadual Rosenverg Reis, que estabelece que os órgãos de segurança pública deverão disponibilizar mensagens no celular sobre medidas de...