32.4 C
São Gonçalo
quarta-feira, janeiro 26, 2022

Mulher vai apitar a final do Campeonato da Chumbada em São Gonçalo

A organização vai pagar ao campeão uma premiação de R$ 7 mil e o vice vai receber R$ 3 mil, e pede ainda para que cada pessoa que for assistir a partida, leve 1 kg de alimento não perecível

Leia Mais

De um lado, a experiente equipe local do Morrão, que busca o tricampeonato, do outro, o Pesfut, do Mutondo, que vem surpreendendo e que sonha com o título inédito, e no meio desse tão aguardado confronto a ser realizado no Campo da Chumbada, no domingo (18), às 14h, a árbitra Beatriz Dantas.

“Em primeiro lugar quero agradecer pelo convite e dizer que apitar uma final dessa grandeza em que duas das melhores equipes da competição disputam o título, é um privilégio para mim e consequentemente para minha carreira. Já apitei outros jogos em comunidades, mas em São Gonçalo, é a minha primeira vez. Espero que seja um grande jogo, que as equipes busquem a vitória jogando futebol e que eu possa desenvolver o meu trabalho da melhor forma possível. Desejo sorte e que vença o melhor”, contou a árbitra profissional da CBF desde 2017.

A boa equipe do Morrão quer manter a hegemonia na Chumbada (Fotos: Divulgação)

E ser o melhor é que o Morrão vai tentar nos 60 minutos da decisão, como afirmou o volante Bruno Pacheco, artilheiro da competição com nove gols.

“Acredito que a partida vai ser muito pegada, já que, além de bons jogadores, as equipes são competitivas. Mas vamos brigar até o último minuto para que possamos sair com a vitória e conquistar esse tão desejado título”, contou o camisa 8.

Depois de 11 jogos, o Pesfut pode fazer história na Chumbada

Já o Pesfut, que sempre foi unanimidade no Fut7 com vários títulos no município, tenta ganhar notoriedade no society e desbancar o adversário.

Para isso, vai usar a força do elenco e o futebol de Flavinho, revelação do campeonato: “Esperamos um jogo equilibrado, mas sabemos que podemos vencer”, limitou-se a dizer.

Já a organização do campeonato está muito satisfeita com a repercussão e com as equipes finalistas: “Queremos desejar sorte as equipes do Morrão e do Pesfut, merecedoras de estarem nessa final e que contam com grandes jogadores. O intuito nosso como organizadores é alegrar a comunidade, fazer a união das pessoas, o reencontro dos amigos e trazer para os campos de futebol a felicidade de jovens que são bons de bola, numa cidade celeira de tantos talentos”, disse Ricardo Castor, 50 anos, funcionário público.

Notícias Relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias