28.2 C
São Gonçalo
terça-feira, setembro 28, 2021

Moradora de Niterói cria perfumaria artesanal espalhando aromas pelo Brasil

O sonho dela é ter o próprio ateliê para poder produzir em um espaço apropriado os produtos da Sananda Rose

Leia Mais

Aposentado trabalha há 5 anos como gari recolhendo lixo jogado por motoristas na BR-101, em SG

Morador da Favela do Pica-Pau, no Porto Velho, em São Gonçalo, o aposentado Messias Ramos de Marins, de 53 anos, passa suas manhãs realizando...

Governador Cláudio Castro recebe segunda dose da vacina contra a Covid-19

O governador Cláudio Castro recebeu a segunda dose da vacina contra a Covid-19, na manhã desta terça-feira (28), no quartel do 17º Grupamento de...

Dupla é presa após roubar cavalos na BR-101

Dois homens foram presos, nesta terça-feira (28), após roubarem dois cavalos de um curral às margens da BR-101, no bairro Pinhão, em Tanguá. Segundo a...

Buraco causa transtorno em Santa Catarina, São Gonçalo

Após receber reclamações de moradores, uma equipe de reportagem do LADO DE CÁ esteve na manhã desta terça-feira (28) na Rua Doutor Jurumenha, em...

Enquanto muitos querem curtir a família, conhecer lugares mundo afora e descansar na aposentadoria, a servidora da Universidade Federal Fluminense (UFF) Adelina de Souza Dias, de 49 anos, moradora de Niterói, planeja o caminho inverso quando esse dia chegar.

“Eu sempre me perguntei: o que vou fazer quando me aposentar? E respondia para mim mesma que gostaria de fazer algo ou tocar algum projeto em que eu pudesse me apaixonar por ele e que dinheiro nenhum no mundo fosse mais importante do que a felicidade em trabalhar naquilo que se gosta. Mas por que depois da aposentadoria, e não antes?”, perguntou a si mesma naquele julho do ano passado em plena pandemia.

No começo do mês seguinte, Adelina participou da ‘Semana da Virada’ com a social media Luana Santos, evento de cinco dias online no Instagram oficial da profissional de gestão de perfis de empresas nas redes sociais.

Depois desse estalo, pesquisar vários empreendimentos e descobrir qual se encaixava no seu perfil era o próximo passo. Mas um em especial lavou literalmente suas ideias e sua alma: nascia ali a Sananda Rose Saboaria Criativa e Terapêutica.

“Foi o que mexeu comigo. Despertou em mim, uma paixão avassaladora pelo processo de manipular, preparar e finalizar o sabonete. Vi que precisava estudar, estudar e estudar e foi o que fiz”, revelou.

Mas se nada cai do céu de mão beijada para quem inicia um negócio, imagina as dificuldades de se empreender em tempos de pandemia por causa da Covid-19? Pois não seria nada fácil para Adelina. Contando apenas com a ajuda da filha Alexa Dias Lopes, de 22 anos, que faz os serviços de designer gráfico e fotografia, postagens nas redes sociais com criação de textos e toda divulgação. Ainda assim, a marca tem atravessado cidades e se tornada conhecida.

“A gente acaba sendo como uma pequena empresa, tendo que pesquisar os melhores preços dos materiais utilizados para produzir os produtos, observar a boa qualidade de insumos e na manipulação e até o frete há um caminho bem difícil que percorremos para entregar com segurança sabonetes, águas para tecidos, aromatizadores de varetas, cremes hidratantes e máscaras faciais para nossos clientes”, diz a empreendedora que tem 90% de sua clientela nas cidades de Belo Horizonte e São Paulo.

Veja abaixo o modo de preparação do sabonete:

“A Sananda Rose marcou a minha família pelas suas fragrâncias, em especial a água para tecidos Happiness. Que frescor marcante! Quem chega aqui em casa, sempre fala que está com um cheirinho agradável e refrescante. Apelidamos de cheirinho da felicidade, porque é essa sensação que sentimos a cada borrifada. Também usamos e aprovamos os sabonetes e a máscara de dolomita e chocolate, tudo de muito bom gosto e qualidade, diz a social media Luana Santos, 32 anos, cliente e moradora de Cataguases, em Minas Gerais.

Já Maíra Matias Kido, 26 anos, moradora de Guapiara, em São Paulo, diz que a Sananda mudou o ar de sua casa: “Adelina tem mãos abençoadas e é um anjo que apareceu na minha vida. Moramos em estados diferentes, mas esse empreendedorismo perfumado é o que fica, é suave. Enfim, eu pude conhecer o produto da Sananda Rose, e tê-lo sempre foi meu sonho”, elogiou a empreendedora do ramo de doces.

Mas não é apenas gente de fora do Estado do Rio que reconhece a qualidade do trabalho: “Eu fiquei simplesmente encantada com a embalagem dos produtos quando chegaram. Encantada é pouco, estou apaixonada! Dá pra ver o tanto de carinho e dedicação que Adelina coloca em cada produto. Sem contar que eles são maravilhosos!”, conta a cabeleira Lucia Souza, de 38 anos, moradora de Rio das Ostras, na Região dos Lagos.

A linha de produtos Sananda Rose é elogiado pelo aroma

Se você é morador de Niterói, São Gonçalo ou de outras cidades e quer experimentar os produtos da Sananda Rose, basta entrar em contato com a Adelina para ter seu mundo melhor perfumado.

Serviço

Sananda Rose Saboaria Criativa e Terapêutica

Facebook: Adelina Dias

https://www.facebook.com/adesoudias

Instagram: @adedias21

https://instagram.com/adedias21?utm_medium=copy_link

Telefone: (21) 96585-3431

Notícias Relacionadas

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

São Gonçalo oferece aulas de taekwondo

A Secretaria de Esporte e Lazer (Semel) segue promovendo a realização de atividades esportivas em diversos bairros do município, implementando, nos primeiros seis meses,...

Um baleado e outro preso no Complexo do Salgueiro

Um homem foi baleado e outro preso em ação da Polícia Civil na Rua José Francisco Corrêa, bairro de Itaúna, Complexo do Salgueiro, em...

Praga do Rio chega ao interior: furto de cabos e equipamentos

A rotina criminosa de furtos de cabos e equipamentos que assola a capital do estado - com vários sinais de trânsito inoperantes e afetando...

Moradores jogam lixo na rua por falta de caçamba no Largo do Barradas em Niterói

Mau cheiro, baratas, moscas, ratos e uma quantidade de lixo fazem parte do cotidiano dos moradores da Rua Reverendo João Corrêa D'Avila, no Largo...

Donos de veículos com placas finais 1 e 2 têm até quinta (30) para regularização

O licenciamento anual de veículos para carros com placas finais 1 e 2 termina na próxima quinta-feira (3). Os proprietários precisam pagar a Guia...