19.4 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 16, 2024
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Maricá inaugurou nesta segunda-feira (19/02) o Centro de Comércio Popular (Cecop), parte do processo de revitalização do Centro da cidade que oferece um espaço mais adequado e estruturado a dezenas de trabalhadores informais que vendiam produtos na Rua Ribeiro de Almeida (rua dos bancos) e no shopping a céu aberto. No novo espaço, que possui cobertura, banheiros e ventiladores, o prefeito Fabiano Horta anunciou que já foi iniciado o processo de climatização do local e será aberta uma linha de crédito especial aos trabalhadores do Cecop.

Nesse ambiente, localizado na Rua Juvenal José Bitencourt, n° 37, os comerciantes ocupam 114 boxes com vendas de comidas, bebidas, souvenires, artesanatos, peças de arte, vestuário, calçados, acessórios e bijuterias, entre outros. Os comerciantes foram selecionados levando-se em conta critérios específicos, passando por cadastro, comprovação de documentos e a triagem de microempreendedores que já trabalham no Centro, na Rua Ribeiro de Almeida e na Avenida Roberto Silveira, entre outros pontos.

O prefeito enalteceu o trabalho realizado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Transporte, por meio do setor de Posturas, que atuaram diretamente na organização desses trabalhadores. Ele também anunciou que será construída a Casa do Programa de Proteção ao Trabalhador (PPT), ao lado do Cecop, e que as próximas unidades do Cecop irão beneficiar trabalhadores informais de Inoã e Itaipuaçu.

“Esse espaço oferece dignidade a centenas de pessoas que trabalhavam ao sol, na chuva, ao relento, mas que agora contam com esse ambiente absolutamente acolhedor, funcional, com acesso a banheiro e toda uma estrutura organizada. Assim, a gente vai ter um fluxo de pessoas fazendo movimentar essa economia da cidade. Com esse grande fomento, a nova linha de crédito vai ajudar ainda mais a dinamizar o capital de giro para esses empreendedores e empreendedoras, fazendo com que eles possam renovar os seus estoques, comprar mais mercadorias e se organizar”, disse.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Comércio, Indústria, Petróleo e Portos, Igor Sardinha, ressaltou o compromisso da gestão em construir um processo de crescimento econômico com um olhar prioritário aos elos mais fracos dentro da sociedade e citou as políticas na pandemia, como o Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT), que atuou na proteção aos trabalhadores informais.

“A inauguração do Centro de Comércio Popular de Maricá é mais um grande marco do governo Fabiano Horta. Demonstra respeito ao trabalhador que há anos trabalha de maneira precária nas ruas e agora vai ganhar um grande espaço para poder continuar vendendo seus produtos ou prestando seus serviços num local com segurança e conforto”, disse o secretário.

Trabalhadores celebram novo espaço

Trabalhando há 22 anos na Rua Ribeiro de Almeida vendendo água de coco, Márcia Percilia, de 61 anos, comemorou a conquista pela vaga no Centro de Comércio Popular e por todo suporte que terá no novo espaço.

“Vai melhorar as condições de trabalho, de higiene, porque aqui tem espaço para guardar o material, tem banheiro, água na pia. Vai melhorar tudo e estou muito feliz por estar aqui”, afirmou Márcia.

Dayana da Silva, de 36 anos, também trabalhava na rua dos bancos e levou para o box seus produtos de bazar, como chapéus, cordões, camisas e bolsas. Ela afirma que no Cecop terá todo conforto e estrutura que necessitava para trabalhar com tranquilidade.

“Vendo produtos temáticos, como festas juninas, carnaval, itens de verão e blusas indianas. Antes ficava no relento com sol e chuva. Agora melhorou porque tem banheiro, bebedouro, esperamos que aqui seja um lugar bom. Na rua era passagem, atrapalhava os pedestres, era ruim para a gente também porque a gente tinha que tirar e por mercadoria todos os dias. Aqui não, aqui a gente pode deixar mercadoria e ir para casa descansar e todos os dias voltar para trabalhar”, disse Dayana.

Adriano Neves, de 35 anos, saiu do shopping a céu aberto e conseguiu um box no Centro de Comércio Popular para comercializar acessórios de celulares.

“Muito bom ter esse espaço estruturado. As pessoas têm medo do novo, mas acho que aqui será bem melhor para as vendas. Antes a gente sofria com sol, chuva e ventania e com tempo ruim não trabalhava. Agora melhorou”, acrescentou Adriano.

Revitalização do Centro

O projeto de revitalização do Centro incluiu ainda a construção do Boulevard da Rua José Juvenal Bittencourt, inaugurado pelo prefeito Fabiano Horta no dia 19 de maio de 2023. A via ganhou um amplo calçadão de passeio com paisagismo, seis mesas, 12 assentos, três mesas e três pergolados, além de acessibilidade para pessoas com deficiência. No total, são 60 metros de extensão e 12 de largura.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress