19.4 C
São Gonçalo
terça-feira, julho 16, 2024

Maricá: Defesa Civil promoveu mais uma edição do ‘Body Surf Salva’

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, promoveu neste sábado (03/02), na Rua 90, em Cordeirinho, mais uma edição do projeto Body Surf Salva, o surf de peito, o esporte que faz do corpo uma prancha em deslizamento nas águas. Ao todo, 114 jovens participaram do projeto destinado a adolescentes, com idades a partir dos 15 anos, e visa formar o máximo possível de multiplicadores para atuar na prevenção de afogamentos.

“O intuito é pegar essa garotada de 15 anos em diante, que já é da praia, que pega onda e dar noções básicas de salvamento, que eles já estão na praia o dia inteiro junto com nossos guarda-vidas e assim eles ajudam a prevenir, até pequenos salvamentos, enfim, são nossos voluntários também a partir de agora. Temos na nossa tropa até um campeão mundial”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, Fabrício Bittencourt.

Treinamentos básicos de salvamento aquático foram abordados e colocados em prática, como primeiros socorros, prática do reboque para o caso de afogamentos, noções de trabalho em equipe para o salvamento marítimo e técnicas de aquacidade. Vale destacar que o Body Surf Salva envolve toda a equipe de profissionais da Defesa Civil, oferecendo todas as medidas de segurança aquática aos participantes.

O instrutor, guarda-vida e atleta, Léo Moura, destacou a importância de ensinar os jovens. “Sou atleta aqui de Maricá e inclusive sou guarda-vida da defesa civil de Maricá. É um prazer muito grande estar aqui, o surf de peito tem muita ver com essa profissão de ser guarda-vida e era meu sonho estar aqui. Hoje estamos tendo um projeto muito bacana, incentivando as crianças desse mundo, o esporte à saúde e eu fiquei muito feliz de ser chamado para ser instrutor, passei aqui alguns conhecimentos que eu sei, que eu aprendi. E estou mostrando que tambem temos atletas dessa modalidade, que é o meu caso, pois sou atual campeão brasileiro, já fui campeão mundial e tenho diversos títulos”, falou o morador de Cordeirinho.

Para a aluna Ana Luiza Oliveira, 15 anos, moradora de Itaipuaçu, é muito importante receber dicas de profissionais. “Está sendo bom demais, porque sempre quis participar da equipe da Defesa Civil, então está sendo uma oportunidade única”, disse a jovem.

O também aluno Gabriel Sena de Souza, 23 anos, que mora na Barra de Maricá, mencionou a emoção em fazer o curso. “É sempre bom aprender novos salvamentos, poder ajudar e saber que estamos capacitados para isso. O meu objetivo é fazer a próxima prova do Bombeiro que está vindo aí pelo estado do Rio de Janeiro e focar no salvamento. Quero me tornar mais um Bombeiro guarda-vidas e também passar ensinamentos para os jovens”, disse.

Bodysurf, surfe de peito ou o popular jacaré é considerado a forma mais pura e original de deslizar sobre as ondas, valendo-se apenas do próprio corpo para fluir.

Matérias Relacionadas

plugins premium WordPress